Preencha os campos abaixo para submeter seu pedido de música:

Músicas recentes:
Veja as músicas que já tocaram por aqui.

AS FRAUDES CONTINUAM… ONDE ESTA A JUSTIÇA?

Ao longo deste ano várias denúncias chegaram a redação do Farol, a apuração desta denúncias pela equipe de repórteres investigativos do portal desencadeou denuncias ao ministério publico estadual e a abertura de inquéritos para investigar os crimes de lavagem de dinheiro, formação de quadrilha, fraude em licitações, desvio de dinheiro público, peculato, ameaças, invasão de propriedades privadas entre outros.

Nestes crimes são investigados, o prefeito de Paulistana o Senhor Gilberto José de Melo vulgo Didiu, e vários empresários da cidade que são investigados por fraude em licitações, alem de secretários municipais entre outros envolvidos.

 

Veja a materia

Durante a pandemia o prefeito, organizou duas carreatas, uma para entrega de uma ambulância, doado pelo governo do estado, outra com a chegada de 4 postes de iluminação para o estádio Evaldão, as carreatas causaram aglomeração e arruaça nas ruas e avenidas da cidade e nada foi feito pela justiça.

Durante a campanha eleitoral o prefeito, seus secretários, o candidato do prefeito o senhor Joaquim da farmácia e cabos eleitorais, são acusados de crimes de: Abuso de poder econômico, compra de votos, peculato, troca de votos por benefícios, fraude em pesquisas eleitorais entre outros crimes, como agressão, ameaça etc.

Ai onde entra a pergunta, ONDE ESTA A JUSTIÇA? Mesmo diante das denúncias e das provas enviadas a policia e ao ministério publico os crimes continuam sendo praticados normalmente, como se nada tivesse acontecido, mais o que move esses criminosos? Seria a certeza da impunidade, ou seria o poder econômico, afinal são quase 100 milhões de reais desviados dos cofres públicos em 08 anos de mandato?

DESESPERO NA CONVENÃO DO CANIDATO JOAQUIM DA FARMÁCIA:

No dia 12 de setembro, os cabos eleitorais do prefeito e candidato Joaquim, preparam uma grande festa para convenção municipal do seu partido, que contava com grande evento na quadra de uma escola e uma grande carreata.

Para um publico de funcionários, contratados, empregados de empresários e curiosos, o prefeito visivelmente descontrolado, usando linguaja chulo e palavras de baixo calão atacou a imprensa, a oposição e o candidato Luís Coelho, embora tudo tenha sido registrado pela imprensa e tido ampla divulgação, nada aconteceu, a justiça mais uma vez ficou inerte.

Veja Matéria

CARREATA CANCELADA:

No mesmo a equipe de marketing do prefeito e seu candidato, tinha preparado uma grande carreata para comemorar a convenção, neste caso devido a pandemia e a proibição dos eventos que causasse aglomeração, a justiça resolveu agir e proibir a carreata, mesmo o Farol tendo apurado que combustível tinha sido distribuído  pela campanha do candidato no dia anterior para abastecer motos e carros, a equipe do candidato negou veementemente a organização da carreata.

PESQUISA FRAUDULENTA BARRADA PELA JUSTIÇA:

No dia 20 de setembro o Farol mostrou em reportagem a decisão da justiça, proibindo a divulgação de uma pesquisa fraudulenta que colocava o candidato Joaquim da Farmácia como favorito a ganhar as eleições em Paulistana, a pesquisa era tão falsa que o promotor ao se pronunciar disse que bastava olhar as provas para verificar os indícios de fraude.

Veja a matéria

DENÚNCIA DE ALICIAMENTO DE ELEITORES:

O Farol flagrou uma equipe da empresa Só Poços, empresa de aliados do prefeito, atualmente em nome de um laranja que é irmão de um funcionário da prefeitura de Paulistana e cabo eleitoral do prefeito furando um poço na madrugada em troca de votos, apesar do flagrante e da denúncia enviada a justiça eleitoral, nada foi feito.

Veja a matéria

Em um áudio encaminhado ao empresário Itelmar funcionário da prefeitura, a pessoa que supostamente se chama Pirata, suplica a Itelmar que vá furar um poço, porque duas pessoas já estão ameaçando a votar no 15 ainda segundo o áudio, ele fala que o Durão apelido do candidato Luis Coelho, já esta comendo tudo, prova irrefutável de compra de votos.

Veja a Matéria

CABO ELEITORAL, FLAGRADO COMPRANDO VOTOS:

O empresário conhecido como Erivan Celular, foi flagrado em mensagem de áudio ameaçando eleitor a não falar nada sobre dinheiro dado para votar no candidato Joaquim da farmácia, 55, segundo o áudio o eleitor teria recebido 1000 mil reais para tirar os adesivos do seu carro e colocar o do Joaquim e votar na legenda 55, diante dos fatos um boletim de ocorrencia foi registrado o dinheiro foi entregue na delegacia um inquerito policia foi aberto para apurar os crimes, as informações enviadas a justiça eleitoral e nada.

NOVA PESQUISA COM INDÍCIOS DE FRAUDE:

Mesmo depois da primeira pesquisa proibida pela justiça eleitoral, agora o candidato Joaquim divulga outra pesquisa eleitoral, supostamente contratada por um portal da cidade de Jaicós que nada tem haver com a cidade de Paulistana, e que coloca o candidato Joaquim da farmácia liderando as intenções de votos.

INDICÍOS DE FRAUDE:

Os indícios de fraude são grandes, a pesquisa foi contratada pelo portal Cidades na Net e realizada pelo Instituto Exatta nos dias 29 e 30 de outubro de 2020, ao todo foram entrevistadas 450 pessoas residentes na zona urbana e na zona rural.

AS PERGUNTAS QUE NÃO QUEREM CALAR:

Qual interesse do portal cidades net na cidade de Paulistana? O Farol verificou em uma pesquisa no site do portal e não encontrou nenhuma outra pesquisa eleitoral de qualquer outra cidade, nem de Jaicós sede do portal, muito menos registrada. Estranho…

O Portal cidades na net, mandou fazer e registrou a pesquisa na justiça eleitoral, uma pesquisa como esta é relativamente cara segundo o Data Folha o preço esta relacionado a quantidade de eleitores, uma pesquisa como esta com 45o eleitores, ficaria entre 50 e 75 mil reais.

É claro que o preço varia muito de região para região, o Instituto Exattas fica em Recife PE, o que pode deixar a pesquisa ainda mais cara, já que o instituto teria que deslocar sua equipe por quase 1000 quilômetros, sem falar nas despesas com estadia, alimentação e transporte.

Como um portal de cidade do interior com poucos clientes, anunciantes e em tempo de pandemia, teria recursos suficientes para contratar uma pesquisa  e registrar na justiça eleitoral?

Podemos supor que se trata de pesquisa eleitoral comprada, encomendada pela equipe do candidato Joaquim da farmácia, com objetivo claro de enganar a população.

A pesquisa foi amplamente divulgada e comemorada pelos simpatizantes do candidato, com solta de fogos, aglomerações, carros lotados pessoas e buzinassos.

Mais uma vez o abuso do poder econômico fica claro e evidente, mais uma vez perguntamos: ONDE ESTA A JUSTIÇA?

O OUTRO LADO:

O Farol entrou em contato com Diretor Geral do Portal Cidades Net e perguntou se o portal teria realizado pesquisas mesmo que não registradas para outras cidades da região.

O Danilo nos informou que só foi realizado esta pesquisa e que o portal não faria novas pesquisas, forte indicio de direcionamento, já que o interesse por Paulistana não é justificado.

Equipe do Farol de Notícias.

Revisão e Edição: Luiz Magalhães

Deixe seu comentário:

Banner Rotativo

Anuncie Aqui